quinta-feira, novembro 04, 2004

Código de Barras

Deixa que o silêncio faça parte de nós

Deixa que o silêncio
Seja a parte de nós
Funda e indizível
Porque não estamos sós
Apenas a sós
E até se dispensa a vós

Deixa que ele seja
Um espelho fiel
Do que sinto por ti
Basta um gesto de mão
Só um olhar
P’ra mostrar a paixão

E se eu te mentir alguma vez
É porque nos lançam amarras
É para iludir o vídeo oculto
Que nos segue lá do alto
E nos traduz em barras

Num código de barras
Num código de barras

Assim nem eu nem tu
Teremos um amor captável
Pelo serviço secreto
Será indetectável
Jamais será cifrável

Ao abrirmos a boca
Será como o previsto
E até a felicidade
Será a que anunciam
Na publicidade

E se eu te mentir alguma vez
É porque nos lançam amarras
É para iludir o vídeo oculto
Que nos segue lá do alto
E nos traduz em barras

Num código de barras
Num código de barras

Carlos Tê, Kazoo

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Fantástico este grito de Liberdade!.

Depois dos senhores da Netcabo me terem silenciado, aqui estou de volta, para as minhas visitas diárias e para escrever alguma coisa no Fraternidade.

Gostaria de saber a vossa opinião acerca da nova apresentação do 'Acuso "2"', nos meus Blogs Fraternos.

Um Fraterno Abraço,

11/07/2004 6:05 da tarde  
Blogger Werewolf said...

Tá fixe e devolvemos o abraço fraterno.

11/07/2004 8:35 da tarde  
Blogger martelo said...

sim, um código de barras é silencioso e misterioso

11/10/2004 9:39 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

|