quarta-feira, março 30, 2005

Em Defesa dos Animais, Contra o uso de Peles Naturais

Fátima Lopes deu várias entrevistas defendendo o uso de peles naturais. Conhecendo perfeitamenete o modo bárbaro como a maioria dos animais que fornecem essas peles são abatidos, Fátima Lopes demonstrou estar a favor da barbárie para gáudio de uns quantos ricos que podem dar-se ao luxo de pagar as referidas peles. Fátima Lopes colocou-se ao lado da insensibilidade e a favor de uma moda e economia neo-liberal que não hesita perante a ganância do lucro fácil.

A este propósito a Associação Animal pede-nos que divulguemos este pequeno vídeo de 1m 30s. Atenção aos mais sensíveis que algumas imagens são violentas.


Ainda há quem afirme que se o Mundo fosse governado pelas mulheres seria muito melhor, discordo abertamente, o problema não é de índole sexual, mas sim ideológica. Mulheres e Homens têm as suas particularidades, mas não se trata de uma questão de machismo ou feminismo, as duas faces da mesma intolerância, mas sim do modo como se pensa e se encara o Mundo e a Vida.

O sexo talvez ajudasse a melhorar o mundo, se todos pusessemos em prática uma célebre máxima dos anos 60: Make Love Not War. Sem querer ser sexista, acrescento, de acordo com os gostos e tendências de cada um e entre pessoas adultas, façam sexo sem tabús nem preconceitos. Façam muito sexo, mas com amor, e talvez o Mundo se transforme.

Como curiosidade posso contar-vos que há uma espécie de macacos, salvo erro na África Equatorial (vi este documentários num dos canais temáticos da TV Cabo há dois ou três anos), que resolve todos os seus conflitos latentes recorrendo ao sexo, sem discriminações, esse facto permite que a sua comunidade viva em harmonia e sem violência. Este facto só prova o que afirmei antes.

Para quem quiser mais informações sobre o assunto, pode consultar o site da Associação Animal.

2 Comments:

Blogger O Raio said...

Creio que é uma espécie de chimpazé anão.

3/31/2005 10:54 da manhã  
Blogger Werewolf said...

É creio que é isso, obrigado.

4/01/2005 9:29 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

|